Saiba a diferença entre salários de jogadoras e jogadores de futebol

Segundo a FIFA, a primeira partida oficial entre mulheres no futebol ocorreu em 1885, em Crouch End, Londres, Inglaterra. De lá pra cá, o esporte ganhou popularidade em todo o mundo, inclusive no Brasil.

Mas, o futebol feminino começou a ser mais valorizado mesmo apenas nos últimos anos. Com regra e técnicas semelhantes, a maior diferença mesmo ocorre quando se comparado os salários entre o masculino e feminino. No entanto, as jogadoras ainda não recebem o que realmente merecem. Mas, quanto recebe uma jogadora de futebol feminino?


Um levantamento realizado em 2019 pela revista “France Football”, uma das mais renomadas do segmento, mostrou que a soma dos cinco mais altos salários do futebol feminino totaliza € 1,79 milhões, o equivalente a cerca de R$ 7,7 milhões.

Para fins comparativos, no ranking feito pela revista, a atacante norueguesa Ada Hegerberg, considerada a melhor do mundo em 2018, ganha € 400 mil por temporada, valor 325 vezes menor do que é pago para Lionel Messi.

Ao converter o montante para um salário mensal, a jogadora do Lyon recebe € 33 mil, algo em torno de R$ 150 mil. Por outro lado, o argentino ganha € 10,8 milhões por mês, cerca de R$ 47 milhões.

A justificativa encontrada para entender esse cenário nada justo é o fato de que o futebol feminino ainda é bem menos rentável do que o masculino, quando visto como um produto.

Jogador Salário Anual Jogadora Salário Anual
Lionel Messi
(Barcelona)
R$ 560 mi Ada Hegerberg
(Lyon)
R$ 1,8 mi
Cristiano Ronaldo
(Juventus)
R$ 490 mi   Amandine Henry
(Lyon)
R$ 1,6 mi
Neymar
(PSG)
R$ 400 mi Marta – Brasil
(Orlando Pride)
R$ 1,5 mi